20 de mai de 2015

E viver é bom


E a vida voa ligeiro, quando percebemos todos nos chamam de "senhora", no começo é meio estranho, nos sentimos meio que "fora da casinha" rsss mas nos acostumamos. Tudo certo, tudo bem. Imagina ir numa consulta de "gente grande" e de repente a médica diz: "Você precisa cuidar mais de você, esqueça problemas, filhos, blá, blá, blá e termina com um afinal... Afinal você vai fazer meio século de vida." Na hora fiquei meio perdida, achei engraçado e assustador. Não por vaidade mas sim por urgência.


Comecei a pensar em tudo o que fiz, o que deixei de fazer e o que ainda desejo. Descobri que o meu querer sempre foi simples, infantil, até pequeno para alguns. Só quis alegria na alma, levitar, ter risador feliz. Me pergunto se fiz tudo errado. Talvez sim, talvez não. Cometi erros, talvez até mais que acertos mas consegui me perdoar, descobri que a vida é assim e nós temos a obrigação de perdoar a todos e a nós mesmos.

Resolvi que tenho que cuidar da vida com gentileza e carinho e ir em frente. Não vou deixar ninguém me magoar,  tudo bem que isto não tem acontecido pois aprendi que muitas das mágoas são um pouco de frescura, gostamos de alimentar o sofrer.... Sinto muito, mas não é qualquer coisa ou pessoa que me incomoda mais não. Me canso facilmente de gente chata e qdo não tô muito bem, continuo preferindo ficar em minha companhia sem perturbar os amigos. Lamúria é um tanto quanto chato de aguentar.

Encontrei uma frase na internet e a adotei: "Sou grosseiramente fofa" e isto significa que me permito ser mal educada de vez em quando, continuar falando o que penso - com a diferença que não vou mais me incomodar se o outro der "pití" e fazer drama -, ahhhhh aprendendo a falar não e tô achando uma delícia....kkkkkk

Fazer "meio século de vida" tem as suas vantagens não são só dores aqui e ali, tô descobrindo que é uma das melhores fases da vida... Desculpe aí se te incomodo com meu "jeitinho meigo de ser" mas mesmo sendo "grosseiramente fofa" as pessoas que eu gosto continuam mandando e desmandando em meu coração, os amigos que precisam de mim sabem que podem contar comigo, colo sempre disponível (poderia ser um saco de dinheiro né????) rssss. E quer saber? VIVER É BOM!

Quero voltar pro meu cantinho e cuidar dele com o carinho que ele merece. Quero amar cada dia mais meus amigos, minha família e o meu amor que insiste em não aparecer mas quando isto acontecer...... Upa lelê.....

Um beijo de dengo a quem passar por aqui. Ahhhhh tô feliz! Simples assim....






0 comentários: